terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Dimarzio Tone Zone (DP 155)


Muitos captadores que eu conheço foram criados com a proposta de timbrar delicados e detalhados – pra mim o Duncan Seth Lover e a linha Area da Dimarzio são exemplos disso. Eles foram feitos para guitarras equilibradas. Qualquer excesso ou falta de freqüências oferecidas pela guitarra fica claramente evidenciada no resultado final do timbre.

Há um outro tipo de captadores: os casca-grossa. O Tone Zone é um deles. Um verdadeiro brutamontes. Não há nada delicado nele. Ele tem muita saída, muitos graves, muitos médio-graves e muitos médios. Isso não significa que ele seja um captador sem brilho. O fato é que a Dimarzio ofereceu esse captador para guitarristas que tenham instrumentos com excesso de brilho. Ora, imagine uma guitarra com corpo de maple ou qualquer outra madeira vidrenta. Agora imagine um braço de maple ou marfim e com escala de maple, marfim ou ébano. Agora o golpe fatal: imagine que essa guitarra tem uma Floyd Rose. Amigo, você vai ter aí um monstro tão cheio de agudos e com um ataque tão cortante que provavelmente seus pobres ouvidinhos vão pedir clemência.

Eu já instalei alguns TZ em Ibanez RG de clientes e tive resultados muito bons. Algumas delas eram guitarras muito cortantes e o TZ ajuda a arredondar os agudos por meio de uma injeção de anabolizantes de freqüências médias pra baixo. As cordas graves soam bem gordas e as notas mais agudas não ficam doendo nos seus ouvidos. Power chords na região média da guitarra – como o batido riff de Smoke on the Water – ficam tão parrudos e com uma autoridade tão grande que você fica se perguntando de onde saíram esses médios todos. É como um cachorro bulldog: você fica se perguntando como uma porcaria daquele tamanho consegue ser tão marrento e impor tanta autoridade.

De todos os captadores que eu já testei até hoje o TZ é o que melhor timbra com ligações alternativas. Ele timbra engraçado no modo single – um tipo de caricatura interessante de um single verdadeiro – e é ótimo no modo em paralelo. Nessa ligação ele perde um pouco de ganho e adquire um brilho bem legal. Ou seja: fica ótimo para momentos em que você não quer tanta infrmação de freqüências baixas e nem o ganho enorme do modo em série. Eu cheguei a instalar o meu TZ na minha Horizon, mas os resultados não foram legais pq o corpo dela é de swamp ash, que já não tem lá muito brilho. Mas ficou melhor no modo em paralelo.

Uma característica bem legal do TZ é que você vai recorrer menos ao captador do braço para palhetadas malmsteeneanas na região aguda da guitarra. Ele define bem as palhetadas velozes sem engasgar os agudos como a maioria dos captadores de ponte fazem.

Nada impede que você o coloque em guitarras de projeto Gibson, mas saiba que vai haver pobreza nas freqüências altas. Se você quer muito ganho, se a sua guitarra timbra muito rachadiça e recuar o botão de tone não está te satisfazendo, tente o TZ. É numa guitarra dessas que ele cabe perfeitamente. Esse captador é bom demais.


- Preferi usá-lo para: domar guitarras excessivamente agudas, riffs bem gordos e abusados, bem como palhetadas velozes em apelar para o captador do braço.
- O que me passa pela cabeça quando lembro dos timbres que ouvi: que o bom de ser guitarrista é que ser marrento e abusado são características louváveis.

26 comentários:

Sidney disse...

Esse blog é Excelente!!!
Graças a Deus agora podemos tirar dúvidas na aquisição de captadores.
Agora tenho um dúvida: Possuo um Ibanez RG com corpo de Basswood e instalei um TB5 na ponte. Só que notei que ele tem sobras de agudo. Então resolvi troca-lo. Quero um pickup q tenha qdo explitado e paralelo com o pickup do meio soe como uma fender e qdo ligado em série não tenha sobras de frequencias mas me dê harmônicos e um som grave

Rafael Gomes disse...

O Dncan Custom é um captador q eu instalaria numa Les Paul ou similar. Uma guitarra como a sua RG ele realmente vai ter uma ponta de agudos sobrando. O TZ bem q poderia resolver seu problema, mas cuidado com essa história de soar Fender quando slitado. Nunca vai ser perfeito. O TZ pode ser o q chega mais perto disso.

Sidney disse...

Rafael, será que o Super Distortion também resolveria esse problema?
Gostaria que vc falasse um pouco mais, pois acabei comprando por esses dias um SD( promoção !!)

Fabricio disse...

Olá Rafael
Tenho uma jackson Jdr e instalei um captador dimarzio Evolution bridge, mas quando coloco na posição de chave 2 parece que o som esta só agudo e fraco
Liguei preto e branco na posição 2 da chave
Verde e desencapado juntos no potenciômetro de vol
E vermelho na posição 2 da chave (correspondente)
Se puder me dar uma dica, pois deve estar algo errado
abraço

Rafael Gomes disse...

Sidney, instale o SD. Se mesmo assim vc achar q falta médios e graves pra arredondar os agudos, tente o TZ.

Fabrício, essa ligação q vc fez permite q nas posições intermediárias vc não tenha ruído. Mas vc tem q se certificar q há um terra na chave no lugar certo. Consulte sites dos fabricantes. Eles sempre têm isso. Quanto ao som fraco, é provável q eles tenham ficado com fase invertida. Troque o fio verde pelo vermelho (verde peo vivo e vermelho pro terra) e veja o q acontece. Abraço!

Caco disse...

cara, muito legal mesmo seu blog, to curtindo muito, e logo logo vou lhe fazer algumas perguntas, só vou esperar o post certo, e até lá pode crer que lerei todos!

Caco disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Caco disse...

vc o instalaria em uma guitarra de basswood com floyd na posição do braço? tenho um dsonic na ponte(só não gosto mais pela falta de harmonicos) estou pensando em algo legal pra posição do meio como o pro track ou super distortion (estou usando um single giannini 80's ceramico, é legal, mas não é bem o que quero) e dai tava pensando no braço. deve ta se perguntando pq a necessidade de tantos captadores de alto ganho em uma só guitarra e tb penso nisso hehehehehe.
tenho uma cort x6 e até que gosto do captador do braço dela dai penso em mudar o do meio logo de maneira que possa complementar o dsonic com mais harmonicos e sem muita diferença de volume (mas nem precisa ser um alto ganho). bom, peço aqui uma sugestão de pro braço e pro meio.

Raziel disse...

Rafael, estou em dúvida sobre comprar o sh6 distortion. Conheço apenas o sh4 JB e o sh5 Custom... Como referencia, vc saberia me dizer, se o sh-6 está mais para o sh5 ou mais para o Jb? E o que tem de diferente deles.
Agradeço, e parabéns pelo blog mais uma vez.

Rafael Gomes disse...

Rapaz, por incrível q pareça são 3 captadores muito diferentes em termos de timbre, embora o Custom e o JB tenham quantidade de ganho semelhante. O Distortion tem muito ganho, mas é polido. O Custom é mais esporrento e anti-social.

Anônimo disse...

Amigo, pq vc nao enche esse blog de reviews? Ando acompanhando alguns post seu no orkut, e já vi que vc conhece uma porrada de caps... Inclusive os que a galera anda pedindo review... Vamo lá, esse blog é de muita utilidade pra galera!!!

Gustavo disse...

Olá!
Sabe informar qual o nível de saída desse captador em relação ao JB?
Tenho uma strato com jb e ficou muito agudo e forte em relação aos dois lace sensor gold que tenho
Obrigado e parabéns pelo blog

Rafael Gomes disse...

O TZ tem um pouquinho mais de ganho q o JB e realmente o JB tem mais brilho e médio-agudos.

Anônimo disse...

Otimo blog.......

gostaria de pedir um review do bill lawrence, pois to pensando em colocar ele na minha fender standard (HSS) e to em dúvidas em qual cap eu pego pra colocar na ponte dela ......

vlw, parabens pelo blog

Anônimo disse...

Fala Rafael, muito bom o blog cara, parabéns!.
Li seu comentário sobre o sh-5 duncan custom num post acima, ele é + esporrento e menos polido do que 1 Sh-6 duncan distortion?
Gostaria de saber como soaria um sh-6 duncan distortion numa guitarra les paul std.
Abs!!!

Renato disse...

Excelente blog, está me ajudando muito em um projeto de construção da minha guitarra. Gostarai de ver a critica sobre o captador Dimazio PAF PRO, e suas diferenças usando no braço e ponte.

Obrigado e parabéns pelo ótimo trabalho

Sideaux disse...

Grande RafaTRix!
Cara o Corpo da ESp Horizon com o swamp ash, dizem q tem graves demais. Eu botei um TZ e gostei, mas não sei se ficou 100%. Sinto falta dos harmônicos graves, ams sei q isso eh característica do captador.
abraço!

obs: e mais uma vez, parabéns pela Franckstein, hehe

gustavo_bruce disse...

estava pensando em trocar os captadores originais da minha ibanez rg570 por dimarzios, mas nao sei certo qual comprar, li pessoas falando bem do paf pro, evolution, super distortion, tone zone, air norton..
gosto de tocar de metallica até seteve vai queria um timbre massa e com graves e agudos bem definidos, mas sem exageiro, se puder me ajudar opinando qual captores e onde colocar eu agradeceria muito !

Fred disse...

Fala Rafael, td bom?
Acabei de conhecer o seu blog, achei show de bola..
Escolher captadores sempre é bem difícil..
Gostaria da sua opinião.
Tenho amigos que estão fora do país, e tenho a possibilidade dos mesmo trazerem captadores pra mim por um preço bem em conta.
Tenho uma Washburn WG530 HSH com Floyd Rose. Acho o som, apesar de ter 2 Humbucker, bem estralado, típico de stratos. Gostaria de um som mais gordo e profundo, bem definido, preciso perder os detalhes do som para obter isso?
Gosto muito do som do Steve Morse com a sua Music Man. O Tone Zone e o Air Norton seriam uma boa pedida?
Vlw!

benklinna disse...

Rafael eu to em duvida do que colocar na minha les paul tenho duas opçoes uma é colocar os dimarzio evolution Dp159 e dp158 e a outra e colcar um duncam distorcion na ponte e um Jb no braço o que vc axa? teria alguma outra opção? parabens o blog e fantastico

cdcurioso disse...

2 duvidas transtornam meus pensamentos, possuo uma S540 Ibanez Custom America e ja uso O FT1 no braço e um JB na ponte, no meio mantive o C2 original. Mas gostaria de ter mais Brilho e Sustain na ponte, como o corpo e de mogno pretendia usar o TZ Dimarzio, acrescentar Ft2 no Braço e passar o ft1 para o meio... VC acharia isso viavel ou loucura... E se fosse um Evolution para a PONTE o que vc acha que ocorreria... Ha algum modelo meio termo de outro marca ou fabricante independente conhecido, pois detesto sons muito ardidos eles sao bons ate certo momento. Outro detalhe, tambem sou de outra profissao da area de saude e digo que se for um mal padeço da mesma doença que vc refere e que eh muito bom saber que existem outros que ingressam com este mesmo interesse, um abraço...

martins disse...

ola rafael , resido no df ,lendo seus comentarios a respeito dos humbukers resolvi te pedir um esclarecimento sobre qual tipo de captadores para melhor resposta de harmonicos e timbragens vintage é distorcoes limpas e equilibradas ,pois tenho uma rg 370 dx floy rose com captadores inf que nao consigo fazer quase nada a nao ser alguns power chods simples distorcidos mais ainda com muita dificuldade para timbrar a guitarra,vejo videos onde os caras tirao harmonicos brincando e fed backs numa facilidade incrivel ,pois bem ja que vc é luthier me de uns modelos de captadores para que eu possa pesquisar porque tenho que trocar esses captadores inf ,ja nao agunto mais uffss... meus equipamentos sao: pedais boss ds2 ,md,dd3,chorus enssembe,e um cubo rage 158 trans tube cabos santo angelo sca bitola 0.50 no condutor,o que vc pode me dizer?há qual a caracteristica de um captador queimado.

Anônimo disse...

Será que vale a pena trocar o meu Super Distortion por esse Tone Zone?
Minha guitarra é uma strato de mogno. Tenho medo do som não ficar equilibrado, por causa do mogno.
Procuro um timbre legal pra tocar distorções à la Metallica.

Anônimo disse...

Rafael,
Parabéns! Ótimo blog!
Entçao, será que um par de Dimarzio Tone Zone (DP155BK) colocados numa Epiphone Les Paul (com braço bolt-on, corpo e braço em magno e escala rosewood) soariam muito gordo e abafado, sem médios e agudos encorpados?
Abraços.
Cássio

Sulivan Cesar disse...

E aí cara, bom? Tenho uma Ibanez GRG 150P, e quero trocar os captadores, mas não entendo muito bem desse assunto...
Qual captador você me indicaria??
Obrigadão, e parabéns pelo blog.

emanuel igor disse...

Eu tenho uma tagima JA2 série S ficaria legal o tone zone? Seria na ponte